Crowdfunding como nova modalidade de investimento

Investir atualmente ficou mais fácil e rápido pelas possibilidades existentes no mercado que nos permitem investir com poucos cliques. Antes, as formas de investimento eram extremamente limitadas, muitas vezes se restringiam a Bolsa de Valores e Poupança. Os tempos mudaram e as maneiras de investir aumentaram e se tornaram mais acessíveis.

O Crowdfunding é uma dessas novas formas de investir, a modalidade possibilita que um projeto seja realizado através do aporte de investimentos de várias pessoas que se tornam sócias da empresa. As campanhas são regulamentadas pela CVM -Comissão de Valores Imobiliários- que  foi criada em 07/12/1976 pela Lei 6.385/76, com o objetivo de fiscalizar, normatizar, disciplinar e desenvolver o mercado de valores mobiliários no Brasil.  

A regulamentação do Crowdfunding ocorreu no ano de 2017 e, por ser recente, muitos investidores e potenciais investidores ainda desconhecem como funciona essa modalidade. Apesar de ser nova no Brasil, os números de investimentos por Crowdfunding cresceram  451% de 2016 a 2018, de acordo com a CVM. 

As campanhas de Crowdfunding tem prazos fixos e seguem uma regra muito importante: a do tudo ou nada.  Isso significa que, caso a empresa não consiga atingir o montante definido para a campanha antes de terminar o prazo, ela não recebe nada. Mas fique tranquilo, caso isso ocorra, você recebe seu investimento de volta na sua conta bancária!

Por conseguir mobilizar mais pessoas para o crescimento da empresa, as startups estão aderindo ao Crowdfunding como uma maneira de captar investimento. Exemplo disso é a startup brasileira Timokids que estava prestes a completar um ano e a cofundadora e presidente executiva Fabiany Lima precisavam de dinheiro para colocar em prática os planos da empresa. Elas não queriam, porém, recorrer a grandes investidores.

Por isso, as duas escolheram procurar pessoas que apoiassem a ideia em uma plataforma de Crowdfunding e os investidores compraram pequenas partes da startup, que desenvolve um aplicativo interativo de livros e jogos infantis.

Em três meses, a Timokids levantou R$ 178 mil por meio de uma plataforma de Crowdfunding. Com os recursos, a startup lançou versões do aplicativo em dois novos idiomas e também para as plataformas Android e Windows Phone. “Antes da captação o aplicativo tinha apenas seis histórias infantis. Hoje, já são 50”, conta Fabiany.

A SporTI também escolheu o Crowdfunding para a sua primeira rodada de investimento. Qualquer pessoa pode se tornar sócia da SporTI a partir de 500 reais. A captação é realizada totalmente online pela plataforma Basement, que é regulada pela CVM.

Conheça mais a SporTI

A SporTI é uma startup que desenvolve soluções tecnológicas para a gestão no esporte. A SporTI ficou no TOP 5 de startups da 5ª rodada do SEED, o maior programa público de aceleração do Brasil. e foi selecionada para o PUCTec – Programa de Indução de negócios da PUC Minas, atualmente está entre as startups que avançaram para a 2ª fase. 

Saiba mais aqui!

Venha conosco transformar o esporte!

Acesse invista.na.sporti.com.br

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário